fbpx

Mergulhe fundo!

Final de ano, início de ano, sempre época de refletir, mesmo para aqueles que não são muito de fazer metas, traçar planos, objetivos, ainda assim, de tanto ouvir falar desses assuntos nessa época, acredito que acabam olhando um pouco para si e pensando sobre como estão conduzindo sua vida!

Pensando cá com meus botões, nos últimos quatro, cinco anos, esse processo de olhar pra dentro, de pensar no que quero para minha vida, especialmente o processo de pensar quem sou eu, do que realmente gosto, o que faz sentido pra mim, isso tem se intensificado cada vez mais!!! (Será a idade chegando??? (risos))

Vou te contar que, como a grande maioria, por muito tempo deixei a vida me levar, e olhando agora para o passado vejo quanto isso me causou desgaste em vários momentos, pois como dizia o gato de Cheshire, aquele gato risonho de Alice No País da Maravilhas: “Para quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve!”

Porém saber onde se quer chegar é fundamental, hoje vejo assim! É importantíssimo sabermos o que queremos para nossa vida, isso se você quer qualidade de vida e bem estar!! Quer??

Te pergunto então, como você pode saber onde quer chegar, se você não se conhecer??

Ah!! Esse tal processo de autoconhecimento!!!!

Quando resolvemos trilhar esse caminho de mergulhar na imensidão que somos, é fato que vamos nos deparar com várias questões difíceis, fato que teremos que encarar de frente algumas sombras e fantasmas!! Sim é um processo por vezes doloroso, mas ao mesmo tempo incrivelmente curador e libertador!!!! Mas sim, vai doer antes de melhorar!

Por esse motivo convido os corajosos de plantão (lembrando que coragem não é ausência de medo, mas fazer apesar do medo), a reunir forças e começar a buscar respostas para as seguintes perguntas:

Quem sou eu?

Estou agindo dessa maneira porque acredito nessa forma de ação, ou para dar alguma satisfação aos que me cercam, para agradar aqueles que eu amo, e dessa forma ser aceito?

De onde vem essas crenças que me paralisam, e não deixam que eu realize o que me proponho?

O que está realmente bloqueando minha vida? Ou o que eu estou permitindo que bloqueie minha vida?

Que sentimentos eu bloqueio?

O que eu não me permito viver e porquê?

Se eu não tivesse que me preocupar com dinheiro e sustento, eu estaria trabalhando no que estou atualmente?

Eu sou de fato feliz?

Meus queridos corajosos buscadores de plantão, se permitam responder essas e outras questões que vierem ao seu coração, com muita sinceridade! Se permitam o mergulho no seu eu verdadeiro!

Ninguém nos disse que o caminho de autoconhecimento era fácil, mas garanto que é muito recompensador, e o único caminho para viver realmente bem essa vida!

Beijos na alma!

Namastê

Tati Goulart

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *